"O verdadeiro lugar de nascimento é aquele em que lançamos pela primeira vez um olhar inteligente sobre nós mesmos." (Marguerite Yourcenar)

«Adevăratul loc de naştere este acela unde pentru prima dată ai aruncat asupra ta însuţi o privire pătrunzătoare» (Marguerite Yourcenar)

raulpassos.maestro@gmail.com

11 de fev de 2009

DEPOIS DO INVERNO...

Janeiro foi um típico mês de inverno europeu, embora muito menos rigoroso do que nos anos precedentes, segundo ouvi dos romenos por aqui. Tivemos apenas dois dias de uma neve forte, que depois custou mais de uma semana para derreter. A paisagem muda, o país muda, as pessoas mudam...

* * *

Passou-se mais da metade da jornada. Ainda me surpreendo, comigo e com a Romênia. Algumas impressões desagradáveis e mágoas momentâneas estão dando lugar a uma plena aceitação de tudo. Aqui, antes de mais nada, estou encontrando um país que em quase tudo é semelhante ao nosso Brasil.

* * *

O primeiro semestre do mestrado foi bastante edificante e tive um bom desempenho em todas as avaliações, incluindo um 9,95 (?) no recital público de música de câmara, no qual interpretei com minha excelente colega, a violinista Lavinia Zota, a Sonata para Violino e Piano de Debussy, cuja gravação em vídeo logo postarei aqui.

* * *

Tenho assistido a concertos memoráveis por aqui. Algumas das melhores performances musicais que já presenciei: o pianista francês Dominique Merlet executando magistralmente o Concerto n.4 de Beethoven; o nosso Nelson Freire com o Concerto n.1 de Brahms, o violinista romeno Gabriel Croitoru tocando num instrumento Guarnieri de 1754, com uma incrível sonoridade; além de outras obras como a Quinta Sinfonia de Shostakovich, a Suíte Pássaro de Fogo de Stravinsky e mesmo muitas obras de compositores romenos. Essas estão entre as melhores lembranças que terei daqui.

* * *

Ultimamente tenho empregado boa parte do meu tempo livre na leitura de livros que adquiri para o mestrado, incluindo uma excelente biografia de Debussy. Estou aproveitando essas duas semanas de intervalo entre os dois semestres para adiantar um pouco do repertório que, embora nesse semestre seja um pouco menos trabalhoso, exige um aprimoramento e um refinamento maior da minha parte.

* * *

Apenas para constar: Renata e eu vimos um morcego na rua no cair da noite. Fica a graciosa pergunta: vampiros são somente uma lenda urbana?

La revedere!
por Raul Passos, em Bucareste, Romenia, em 11 de Fevereiro de 2009